segunda-feira, 6 de abril de 2015

Revivendo Lisboa...

Quando eu cheguei em Portugal tinha um blog chamado A Eterna Turista que se transformou em Esperando a Caravela, nele tem os links no menu direito para os posts de quase todas as viagens que fiz pela Europa. Por mais incrível que pareça eu nunca tinha parado pra escrever sobre Lisboa. Não faltou oportunidade, até porque tive lá inúmeras vezes. Sobre o  Porto tem essa postagem com dicas de uma visita de 3 dias porque muita gente pedia. Algumas coisas podem estar desatualizadas, hoje o Porto tem muito mais atrações turísticas e eventos pois se tornou um dos principais destinos turísticos da Europa, e nisso sou suspeita pra falar porque sou apaixonada pela cidade.
Esse blog não tem pretensão nenhuma de ser informativo turístico, eu apenas coloco minhas impressões e de quebra dou umas dicas para facilitar quem estiver indo pela primeira vez.

Abaixo dividi por partes os pontos turísticos pra facilitar a caminhada, sim, o ideal é você andar a pé:

Fazer a visita completa no Mosteiro dos Jerônimos (lindíssimo, onde estão os túmulos de Camões e Vasco da Gama). De lá, a pé mesmo, você pode fazer um lanche no famoso "Pastéis de Belém". Pertinho dali é possível visitar o Centro Cultural de Belém e depois atravessar a avenida em direção a beira do rio Tejo, onde estão o padrão dos descobrimentos e a Torre de Belém.

Parque das Nações (zona mais moderna na beira do rio Tejo) tem o Oceanário de Lisboa, a moderna Estação de trem Gare do Oriente e é muito legal fazer um passeio pelas Docas na beira do rio onde você pode almoçar nos inúmeros bares e restaurantes. Se quiser, ainda pode andar no teleférico ou fazer compras no shopping Vasco da Gama.

Visitar o Chiado - (ou a Baixa, que quer dizer o "centrão" da cidade) bairro histórico do centro de Lisboa. Caminhar na Rua Augusta onde tem muitos restaurantes típicos e vai dar no Arco da Augusta que faz parte da Praça do Comércio, mais conhecida por Terreiro do Paço,  lindíssima e vale a pena a visita. Nessa área tem dois restaurantes indicados por um amigo luso-brasileiro que morou lá muitos anos e conhece bem, são os Lagosta vermelha e o João do Grão, ambos na Rua dos Corrieiros, Chiado. Há também um shopping nesse bairro e muitas lojas de rua pois é o centro de Lisboa.

Andar no Elétrico 28 que sobe pelo bairro típico de Alfama até o Castelo de São Jorge. Esse Elétrico é uma espécie de bonde antigo, ele é famoso porque passa por vários pontos turísticos da cidade, é uma viagem maravilhosa. Pode aproveitar o passeio e descer para almoçar ou jantar no bairro de Alfama e ainda assistir uma apresentação de fado no restaurante A Baiuca, fica na rua de São Miguel, 20.

Visitar o café Fernando Pessoa e depois passear pelo Bairro Alto. Tem muitos restaurantes, bares, lojas tanto de design, coisas típicas...  O bairro alto é muito legal à noite, tem várias opções de jantar, como o Cantinho do Bem Estar e o Sinal Vermelho, restaurantes simples mas com comida boa. E se quiser assistir fado também no Bairro Alto, tem o restaurante "Já Disse", na rua Diário de Notícias, 42-46.

Passeios a Palácios: Palácio Nacional da Ajuda e Palácio Real de Queluz. Esse último é mais afastado de Lisboa, é preciso separar uma manhã ou uma tarde pra visitar.

Caminhar pela Avenida da Liberdade que é lindíssima, sentar e tomar um café.

No centro de Lisboa tem a Estação de trem do Rossio que é linda também! No Rossio uma boa opção de almoçar é o Gambrinos.

Visitar o Panteão também pode ser um passeio agradável, fica perto da estação de trem Santa Apolônia. Podem almoçar no "faz Figura", próximo a Santa Apolônia.

Uma boa pedida para quem quer provar cozinha portuguesa moderna é ir a um dos restaurantes do chef José Avillez, uma amiga portuguesa indica o "Belcanto" que fica na Largo de São Carlos, 10 Link sobre o chef: http://www.joseavillez.pt/pt/ 

Para quem quiser fazer turismo direcionado a gastronomia portuguesa indico esse serviço http://www.tasteoflisboa.com/pt/

E esse também é especializado em passeios turísticos: http://www.tailormadetravel.pt/index-portugal.html

Bem, o difícil é escolher o que fazer em poucos dias. Lisboa é rica em cultura, é deliciosa para andar sem pensar em nada. É contemplar! É provar vinho bom e comida boa! É sentar numa tarde de primavera e sorrir com tanta beleza. 

Nenhum comentário: